Educação Pública - Atual e Conectada

Todos unidos por uma educação inovadora

Ferramentas de compartilhamento de conteúdos, autoria, gestão e avaliação da educação

 

A melhoria da qualidade da nossa educação é, de longe, o maior desafio a ser vencido pelo nosso País. Só com uma educação de qualidade poderemos vir a ter o Brasil que sonhamos. Para conquistarmos esse objetivo, precisamos de planos e ações efetivas.

 

O segredo é simples! Criatividade, inovações no projeto pedagógico e uso de tecnologias educacionais com conceitos atuais, como por exemplo, Recursos Educacionais Abertos e Aprendizagem Aberta.

 

Vivemos atualmente um momento fecundo de possibilidades, com bases legais mais avançadas e com a mobilização estratégica dos setores públicos e de atores sociais importantes neste cenário, além de recursos tecnológicos em rede que permitem o acesso aberto aos conteúdos educacionais, a colaboração, o compartilhamento e autoria coletiva para construção de processos educacionais mais democráticos.

 

A plataforma  parte integrante do Projeto APRENDIZAGEM ABERTA, é uma proposta para facilitar e inovar no uso das tecnologias que nos permite realizar aprendizagem de formas diferentes de antes  e em sintonia com as praticas da sociedade moderna e conectada. Seus módulos e funcionalidades estão em total consonância com a Lei 13.005 de 25 de junho de 2014 que instituiu o PNE - Plano Nacional de Educação.

 

A plataforma proporciona uma educação moderna através um conjunto de propostas com alguns grandes eixos que se integram, se complementam, se combinam: acesso a conteúdos educacionais abertos através de dispositivos com acesso a internet, autoria de alunos e professores, recombinação de conteúdos, geração de conteúdos personalizados e regionais, avaliação em tempo real,  e, não menos importante, a formação dos profissionais da educação para a organização de atividades inovadoras em sala de aula e fora dela através de dispositivos móveis.

 

Aprendizagem Aberta e Educação Pública

 

Mesmo antes da PNE (Plano Nacional de Educação) - que  incentiva  o uso  de softwares livres e recomenda a adoção de  Recursos Educacionais Abertos - várias iniciativas foram implementadas na educação publica com tais conceitos.

 

Livro Didático Público e Projeto Folhas

- O estado do Paraná criou a coleção do Livro Didático Público escrita por professores da Rede Publica através do Projeto Folhas. Os livros tem licença aberta o que permite seu uso, cópia e reprodução livremente e sem custo. Os livros foram adotados inclusive por escolas particulares devido a alta qualidade do material. Confira a coleção e leia entrevista de Mary Lane Hutner

 

Educopédia

- No municio do Rio de Janeiro a secretária da educação desenvolveu uma plataforma licenciada pelo Creative Commons CC-BY. para publicação de aulas digitais abertas Conheça a  plataforma Educopédia

 

Curriculo+

- A Secretária Estadual de Educação do Estado de São Paulo através do Programa Novas Tecnologias – Novas Possibilidades desenvolveu a Plataforma Currículo+  para disponibilização para  sugestões de conteúdo digital (vídeos, animações, jogos digitais, simuladores, infográficos e áudios) como recurso pedagógico complementar, selecionados segundo o Currículo do Estado de São Paulo por meio de um processo contínuo de construção coletiva com educadores da Rede. Navegue pelo ambiente online.

 

Projeto GENTE

- "Tecnologia invade sala de aula na Rocinha e muda processo de aprendizado." Projeto extremamente inovador que mesmo distante da realidade da maioria das escolas publicas e particulares, no mostra que uma educação moderna é possível e serve de uma reflexão para darmos os primeiros passos rumo a educação do futuro. Veja o vídeo (Melhor visualização com navegador Chrome)

 

Projeto Lei REA - Nacional

- No âmbito nacional está em tramitação o Projeto de Lei do REA que institui que todo material adquirido pelo poder público deve ter licenças flexíveis. Confira o PL 1513/2011 e acompanhe seu andamento na Câmara dos Deputados

 

Projeto Lei REA - Estado do Paraná

- No estado do Paraná o Projeto de de Lei 185/2014 tem a seguinte súmula:

Institui política de disponibilização de forma livre de Recursos Educacionais comprados ou desenvolvidos por subvenção da Administração Direta e Indireta Estadual

 

Projeto Lei REA - Distrito Federal

- O Projeto de de Lei 1832/2014 do Distrito Federal tem como justificativa:

O objetivo desta proposição legislativa é inserir o Distrito Federal na luta pela transformação da política pública de acesso a recursos educacionais financiados com orçamento público, compartilhando a visão de uma educação inclusiva e de livre acesso.

 

 Decreto 52.681 do Município de São Paulo -  Materiais Educacionais

- Decreto 52.681/2011 da cidade de São Paulo, define que todos os materiais e livros didáticos disponibilizados pela SME estão licenciados com licenças de uso flexíveis. Saiba mais sobre o Decreto

 

Poderíamos enumerar uma série de iniciativas, inclusive de outros países, mas a intenção é mostrar que não estamos sozinhos ao abraçar a causa da Aprendizagem Aberta. A plataforma permite a efetivação dos projetos acima descritos e muito mais.

 

 

 

Projeto APRENDIZAGEM ABERTA e o PNE - Plano Nacional de Educação

Tanto a plataforma Aprendizagem Aberta como o projeto APRENDIZAGEM ABERTA estão em um alinhamento virtuoso e articulado com as metas propostas. Nesse sentido apontamos algumas das estratégias previstas e a relação com a nossa proposta:

 

Recursos Educacionais Abertos

- Selecionar, certificar e divulgar tecnologias educacionais… preferencialmente, como recursos educacionais abertos REA (metas 5.13 e 7.12 - PNE)

Os módulos de repositório e autoria tem em sua estrutura a opção de armazenamento/publicação/compartilhamento/criação com uso  de licenças flexíveis  Creative Commons para efetivação dos Recursos Educacionais Abertos

 

Material didático suplementar

- Ampliar programas e aprofundar ações de atendimento aos estudantes  por meio de programas suplementares de material didático-escolar (meta 7.17 - PNE).

O repositório (biblioteca online) da plataforma oferece a possibilidade de toda a comunidade ter acesso, além do material utilizado oficialmente pela Rede de Ensino, e de  outros materiais criados ou inseridos por professores, alunos, outros educadores e colaboradores ou do acervo municipal proporcionando o contato com formas variadas de pensar e argumentar sobre um determinado assunto;

 

Inovação na Educação

- Fomentar o desenvolvimento de tecnologias educacionais e de práticas pedagógicas inovadoras (meta 5.4) -

Os módulos de Flipped Classroom (sala de aula invertida) e Educação Hibrida aliado ao acesso por qualquer dispositivo móvel são práticas inovadoras e com ótimos resultados para a aprendizagem

 

Formação e treinamento

- Promover e estimular a formação inicial e continuada de educadores com o conhecimento de novas tecnologias educacionais e práticas pedagógicas inovadoras, (meta 5.6) -

Temos uma equipe multidisciplinar para formação (tecnológica e dos novos conceitos da educação), acompanhamento e suporte para educadores

 

Pisa e as tecnologias educacionais

- Melhorar o desempenho dos alunos da educação básica nas avaliações da aprendizagem no Programa Internacional de Avaliação de Estudantes - PISA ( meta 7.11)

Obs. A partir de 2018 o PISA também avaliara conhecimentos tecnológicos, e para isso é fundamental, além das ações pedagógicas, o estudo e aplicação da tecnologia por parte dos alunos e professores na chamada vida digital

 

Tecnologias educacionais móvéis

- Promover a utilização pedagógica das tecnologias da informação e da comunicação; (Meta 7.15),

Sem desmerecer os outros instrumentos pedagógicos a tecnologia pode ser melhor aproveitada com a Plataforma Aprendizagem Aberta que foi desenvolvida junto com professores e com operação simplificada, sem a necessidade de maiores conhecimentos de tecnologia